Top Menu

William Wallace (1272-1305)

William WallaceO William Wallace liderou a rebelião escocesa contra o rei Eduardo I e derrotou de forma heroica o exército inglês na Batalha de Stirling Bridge. Ele é considerado até hoje um dos maiores patriotas e heróis da história da Escócia.

O Wallace nasceu em 1272 em Elderslie, Renfrewshire. Vindo de uma família de pequena nobreza, pouco se sabe sobre sua infância.

Em 1296, o rei Eduardo I da Inglaterra aproveitou-se de uma disputa e crise na sucessão do trono da Escócia e se impôs como soberano do país. Em poucos meses, o descontentamento era generalizado. A Inglaterra governava e controlava a Escócia com tirania e violência. O Wallace era um verdadeiro patriota, que queria nada mais que a paz e a liberdade dos escoceses. A sua motivação conquistou o povo e uniu os clãs do país.

Em maio de 1297, o Wallace atacou a vila de Lanark, matando o xerife inglês. O que era um descontentamento do povo se tornou uma rebelião. Muitos homens se uniram a Wallace para expulsar os ingleses de Fife e Perthshire.

Em setembro de 1297, o Wallace derrotou o exército inglês na Batalha de Stirling Bridge de forma heroica. Para que vocês tenham uma ideia, a infantaria escocesa estava formada por aproximadamente 2.000 homens e a cavalaria por 300, já os ingleses eram mais de 9.000 homens na infantaria e sua cavalaria contava com mais de 2.000 homens!!

Monumento ao Wallace Destino EscóciaO sucesso desta e de outras batalhas enfraqueceu a dominância e a presença da Inglaterra na Escócia. Então, o Wallace decidiu começar a atacar a Inglaterra. No final de 1297 (ou início de 1298) ele foi nominado cavaleiro e guardião do reino em nome do John Balliol, o rei deposto da Escócia.

O rei Eduardo I decidiu então marchar ao norte com seu exército. A estratégia do Wallace era evitar confrontos, para isso ele foi gradualmente se afastando do exército inglês e seguindo em direção ao norte. Ele destruiu os campos forçando o rei a marchar cada vez mais em direção ao interior da Escócia. Em julho de 1298, os exércitos escocês e inglês se enfrentaram próximo a Falkirk e os escoceses foram derrotados.

O Wallace escapou, resignou como guardião da Escócia e foi sucedido por Robert Bruce e John Comyn. O Wallace saiu do país e foi a França em busca de apoio para a causa escocesa. Ele voltou à Escócia em 1303. Durante a sua ausência, o Robert Bruce tinha aceitado uma trégua com o rei Eduardo I e, em 1304, John Comyn também fez as pazes com os ingleses.

O Wallace tinha sido excluído desta trégua. O rei inglês ofereceu uma boa recompensa para qualquer pessoa que o capturasse ou o matasse. O Wallace foi capturado na região de Glasgow em agosto de 1305, e levado a Londres. Ele foi acusado e julgado por traição. Ele negou que havia cometido alguma traição pois ele nunca tinha jurado fidelidade ao rei inglês. Assim mesmo, ele foi condenado, enforcado e esquartejado. Sua cabeça foi exposta na ponte London Bridge e seus membros exibidos em Newcastle, Berwick, Stirling e Perth.

Coração Valente

É bem provável que você já tenha assistido o filme que ilustra a vida deste herói escocês, o famoso “Coração Valente”. Se ainda não, não deixe de assisti-lo.